Lilypie3rd Birthday Ticker
Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006

Do nosso amor nasces-te tu...(post mt longo)

    Meu lindo, ontem a mamã andou a vasculhar o blog desta menina e fiquei encantada ao ler as Nostalgias dela, achei muito giro, ela contar no Blog a historio de Amor dela, para que mais tarde os filhos possam ler e saber como tudo aconteceu.

E foi aí que resolvi também eu pegar nessa ideia e contar-te também aqui como conheci o teu papá e como tu foste desejado e sendo assim aqui vai:

Estávamos no ano de 1997, tinha completado 18 anos e andava a tirar carta de condução juntamente com a madrinha -  claro (somos gémeas) e muitos/as  mais.

Quando fomos a exame de condução a mamã ficou bem no exame, mas a madrinha chumbou, e por isso a madrinha fez mais umas aulas de condução, como as aulas dela eram ao final da tarde, juntamente com a madrinha andava o C.., e por diversas vezes ouvia falar dele, pois a madrinha falava dele algumas vezes e pelo que me apercebia eram amigos.

Houve um dia que estando eu no meu trabalho ao ir a casa de banho (era num centro comercial), dei de frente com o um rapaz e vi que ele estava com os dois braços com gesso, e fiz confusão com ele e pensando que se tratava do  A que andou a tirar carta comigo, e como ele sorriu para mim eu perguntei-lhe o que lhe tinha acontecido, ao que ele me respondeu que tinha tido um acidente de mota com um amigo e se tinham magoado sorri e desejei-lhe rápidas melhoras, tudo isto convencida de que estava a falar com o A .

No final do dia a madrinha disse-me que o C. lhe tinha dito que tinha falado comigo convencido que era ela e que só depois se apercebeu de que era a irmã gemia, e foi aí que também eu descobri que afinal não tinha estado a falar com o A, mas sim com o C...(nunca antes tinha falado com ele), confesso que me senti mal por Ter estado a perguntar a quem não conhecia o que se tinha passado com ele mas...

No dia seguinte o C.. voltou a passar no meu trabalho e sorriu aproveitei para lhe pedir desculpas e dizer-lhe que o tinha confundido com um colega meu, que ele por acaso até conhecia muito bem, ele disse que não havia problemas e que também ele me tinha confundido com a madrinha.

Dia sim dia não ele ia aparecendo, pois ia fazer o curativo e aproveitava para passar por lá e íamos conversando e conhecendo-nos melhor.

Entretanto em Agosto fui de férias e fiquei algum tempo sem o ver...

Mais tarde em inícios de Setembro, venho a saber por ele que ele namora com a minha prima C., sinceramente penso que quando soube fiquei um pouco triste, pois lá no fundo já sentia algum click especial por ele.

Na verdade sentia o meu coração dividido em 2 partes numa parte estava o C... e na outra estava o Z..

Mas depois umas semanas depois o C.. contou-me que já não namorava a minha prima, e voltei a sentir novamente uma chama acesa.

Começamos a sair juntos ao Domingo de tarde com mais uns primos/as dele que eram meus/minhas amigos/as, mas nós os dois ficava-mos sempre mais tempo a conversar e mais juntos.

Mas no Domingo 19 de Outubro, senti que ele tinha algo que me queria dizer, mas não o disse e no final do dia saímos um da beira do outro sem nos despedir, como que revoltados um com o outro.

Nessa noite pensei muito nele, e acabei por escrever um poema dedicado a ele.

Na Terça feira dia 21 eu tinha Teatro, e ele apareceu por lá, ele disse-me k tinha pensado em mim e que me tinha escrito uma carta e eu disse-lhe que também o tinha feito, e por isso decidimos que no dia seguinte ele me entregaria a carta e vice versa.

No dia 22 de Outubro, ele apareceu a Associação, pois eu estava no Teatro, e a minha mana chamou-me e disse-me que ele estava lá, nesse preciso momento eu estava a conversar com o Z...o que eu gostava de conversar com ele, ele era muito especial, e no fundo eu sentia que para ele eu também o era, e senti que ele ficou triste por eu o deixar ali e ir Ter com o C...

Assim que cheguei à beira do C, olhamos um para o outro e sorrimos ele entregou-me um papel e disse aqui está escrito aquilo que eu tanto te quero dizer e eu disse-lhe pois isso também foi o que escrevi aqui  para ti.

E foi assim que tudo começou...

Como todos os relacionamentos também nós tivemos altos e baixos, mas o nosso Amor tudo superou, e nos finais de 1999 decidimos que queríamos casar, ainda à moda antiga foi no dia do meu aniversário (20 de Janeiro ) estava eu de cama com gripe, o teu papá ofereceu-me uma Rosa e dentro dessa rosa tinha um anel de noivado, foi nesse dia que ele informou os avós que nos queria-mos casar, e foi nesse dia mesmo que marcamos a data... 7 de Maio, pois eu era e sou muito devota da Nossa Senhora e queria casar no mês dela.

E assim foi...no dia 7 de Maio de 2000 casamo-nos pela igreja.

Em 2002 decidimos aumentar a nossa família, e no dia 22 de Abril fiz o teste de Gravidez que deu positivo, ficamos radiantes e nesse mesmo dia comunicamos à família (avós e tias), que iríamos ser papás.

Andava-mos muito felizes pois desde Janeiro que tentava-mos e assim tinha-mos conseguido realizar esse nosso sonho.

7 de Maio de 2002, completava-mos mais um ano de casamento, e esse iria ser ainda mais especial, pois no meu seio tinha a  nossa tão desejada menina (acreditava-mos que era menina), mas de manhã quando me levantei e fui a casa de Banho, deparei-me com algo para o qual nunca me tinha preparado, estava com uma grande hemorragia e fiquei logo a pensar que o teste de Gravidez estava errado e que afinal eu não estava grávida, chorei imenso...

Vesti-me liguei a minha mana e fui direita ao trabalho dela pois sentia-me de rastos só tinha vontade de chorar...depois lavei o rosto e fui trabalhar, mas pouco tempo depois a minha mana ligou-me e disse que achava melhor eu ligar à minha Ginecologista e contar-lhe.

Assim o fiz e ela aconselhou-me a ir direita ao hospital onde ela estava, para Ter-mos a certeza se seria um falso teste ou se seria uma hemorragia...

Assim o fiz, fui com a minha mana ao hospital pois não me sentia capaz de conduzir e nem avisei o C.. pois ele não tinha levado o telemóvel.

Foi no hospital que comprovei que estava grávida de 6 semanas e que estava a Ter um aborto expontâneo.

Pelo caminho liguei a minha sogra para que ela avisasse o papá de que eu tinha ido aos hospital e contei-lhe o que se tinha passado.

Quando cheguei a casa o papá estava na Casa de banho e assim que me viu abraçou-me e choramos juntos...

A hemorragia não parou e dois dias depois regressei ao hospital conforme indicação medica para comprovar que tinha perdido a nossa bebé.

A partir desse dia o dia 7 de Maio deixou de Ter o mesmo sentido, pois também passou a ser recordado como um dia muito triste.

Dois ou três meses mais tarde, tive de fazer um tratamento ao Acne e a medicação que fazia era totalmente desaconselhavel a Gravidez, e por isso alguns meses nem sequer pensamos nisso.

Mas após o tratamento e após alguns meses sem a medicação resolvemos tentar novamente, e tivemos pela frente vários meses de espera, e o Positivo tão desejado nunca mais chegava.

Foi no dia 4 de Outubro de 2004, que tive o meu positivo, apenas contei a tua madrinha e a mais ninguém pois não queria fazer mais as pessoas sofrerem pois desta vez lembrava-me que um positivo não significava uma Vitória.

O curioso é que também a madrinha tinha feito neste dia (mas no ano 2002) o seu teste Positivo, e ta como com ela fomos os 4 almoçar ao Chinês no dia seguinte ferido.

Marquei logo consulta com a minha Ginecologista e confirmamos que estava grávida e que aparentemente estava tudo bem.

Só contamos aos teus avós penso que 2 semanas depois, até porque almoçava-mos na avó paterna algumas vezes e eu teria de Ter algum cuidado a mais na alimentação.

No dia 20 de Dezembro, preparava-me eu para sair para uma festinha e ao ir a casa de banho vi que estava com uma hemorragia, tremi e chorei, depois liguei a Dr. Que me aconselhou fazer repouso por uns dias para ver se apenas seria uma ameaça e não passaria disso, assim foi felizmente.

Tive uma excelente gravidez, nunca soube o que era um enojou.

A data prevista para o parto era o dia 27 de Julho, mas não nasces-te até esse dia e se isso não acontece-se teria –mos de provocar o parto no dia 6 de Agosto, e assim foi...

Dei entrada no Hospital a 6 de Agosto pelas 9.30h, entrei para a sala de dilatação onde me colocaram o soro e qualquer coisa para provocar a dilatação, eram cerca das 10h, só por volta das 14.30h é que comecei a sentir algumas dores que aos poucos iam aumentando, às 17.50  mais ou menos era-me administrada a Santa Epidural, e às 19.30h nascias tu o menino dos nossos olhos e o papá esteve sempre ali connosco nem sequer tinha ido almoçar também ele foi o nosso herói.

Algumas horas depois estavas na maminha da mamã a mamar e nós ali os três felizes.

Por volta das 22.30h, fui levada para o quarto, e o papá foi para casa.

E foi assim filho que tudo aconteceu, hoje tens 15 meses 2 semanas e 6 dias e continuamos felizes e a cada dia mais e mais.

Amamo-te tanto...

Meninas que conseguiram chegar até ao fim (sei que não devem ser muitas) o meu já está feito e com vocês como é que tudo aconteceu???

 

escrevinhado por Mae Di às 17:33
link do post | Diga coisas | favorito
13 comentários:
De Cris a 23 de Novembro de 2006 às 17:53
Eu cheguei... o que é que julgas??
As nossas vidas davam, certamente, um bom filme... vou ver se logo completo a minha história... eu tenho que ter um pouco de cuidado na escrita para a minha piquitas entender certas coisas no futuro...
Tens uma bonita história, com final feliz - Deus compensou-te a tua perda com o teu lindo filhote :-)
Beijinhos grandes.
De rita moreira a 23 de Novembro de 2006 às 19:15
Adorei!!!

tb tenho de contar a minha um dia destes...
De Marta do rei na barriga a 23 de Novembro de 2006 às 20:18
É sempre lindo ler uma história de AMOR!!! tb perdi um bebé ás 8 semanas... mas graças a Deus hoje temos os nossos filhotes lindos que nos enchem o coração e nos ajudam a esquecer coisas tristes do passado... bjs grandes
Marta
De Linda Paixão a 23 de Novembro de 2006 às 20:28
Li tudinho sim =)
Opah..história tão linda a vossa!! Conheceram-se por engano e estão juntos até hoje... (e depois ainda há quem diga que não existe destino...).
Chorei quando ao ler o teu relato da perda do 1º bebé (sim,eu choro com muita facilidade)... mas o que interessa é que têm um filhote lindo, e mais virão de certeza (se quiserem, é claro).
Beijos para os 3***
De Mel a 23 de Novembro de 2006 às 21:03
:0)
Claro que li tudo até ao fim e ADOREI :0)
Uhm...Mas quanto ao desafio... Apesar de já estar casada ainda não tenho filhotes :0(
Para o ano talvez já possa falar em alguma coisa semelhante .0)
Bjs
De Filipa a 23 de Novembro de 2006 às 21:42
Gostei da tua história!!!
Uma linda história de amor!!!
De Quicas a 24 de Novembro de 2006 às 00:05
Olá. Aceitaria de boa vontade a prenda. Aliás, é normal por cá oferecer à educadora e auxiliares uma prenda no Natal e uma no final do ano lectivo. E até já recebi cestinhos de amêndoas, na Páscoa.
Por isso de maneira nenhuma a prendinha será vista como graxa, mas sim como um miminho, uma lembrança.
Ideias: já recebi jarras, bombons, panos de tabuleiro, bijuteria, echarpes.
Enfim...o que conta é mesmo a intenção.

beijocas grandes
De teresa pintor a 24 de Novembro de 2006 às 01:08
minha querida amiga anónima,

que linda a tua história! mto linda mesmo. o teu filho amoroso vai apreciar lê-la!
fazes bem recordar e viver tudo intensamente.
viver assim deve ser muito bom e deve fazer muito bem à alma... a tudo, minha querida.
nunca fui feliz. nunca. começo agora a penetrar no caminho de alguma felicidade, apesar de esbatida... contudo, há sempre uma dor. há sempre uma mágoa. há sempre o sofrimento pelo coração destroçado de um filho. alguém é feliz assim? não me parece.
amiga anónima do meu coração, continuo em fase de refúgio e revolta com todos. estou destroçada, destruída. não me apetece fazer nada.
um dia volto. com mais calma. com palavras mais ternas para ti, que tanto me ajudas.

teresap
De a 24 de Novembro de 2006 às 08:57
:-)
Bom fim-de-semana!
Bjs grandes
De Sónia a 24 de Novembro de 2006 às 09:56
ADOREI...tão linda...e tão romantica!


Beijocas docinhas

Bom final de semana :)

Comentar post

.Mais sobre mim

.Posts recentes

. Mudanças...

. São 11:15H

. Miminho

. Aniversário

. Numeros...

. Palavras para quê??!!

. "A estrela de Joana"

. Apesar...

. Gripe...

. A Inocencia nas palavras....

.Quandos te visitaram - desde 19-09-2006

PisosBuscadorBajar ManualesAnunciosLibros Ciencia

.O que já foi dito:

.Calendário

Get this widget | Track details |eSnips Social DNA